Difficulté technique   Modéré

Coordonnées 1438

Uploaded 9 février 2014

Recorded février 2014

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1 357 m
1 109 m
0
7,3
15
29,3 km

Vu 13398 fois, téléchargé 550 fois

près de Riacho Fundo, Minas Gerais (Brazil)

Percurso de ida e volta, de 29km no total, partindo da igreja no povoado de Lapinha da Serra, que pertence ao município de Santana do Riacho – MG, em meio ao Cerrado da Serra do Cipó e em direção à Cachoeira do Bicame. O trajeto é percorrido sob o sol em, aproximadamente, 21km de estradas de terra com pouco movimento de veículos e 8km de single tracks.
Conheci esta trilha por meio de uma publicação do usuário Felipe Martins.
Lapinha da Serra é um pequeno vilarejo com cerca de 300 moradores, com infraestrutura em desenvolvimento para atendimento a turistas, rodeado por uma natureza exuberante, espetacular, com várias trilhas para mountain bike, trekking e passeios a cavalo.
Utilize a ferramenta “como chegar pela estrada a este local”, na coluna à direita para traçar a rota até o povoado. Do centro de Belo Horizonte até ali são percorridos 140km, 12km dos quais em estradas de terra com bastante cascalho, mas trafegáveis com carros de passeio.
Existem muitas pousadas e campings no local, sendo que a maioria deles é simples, mas oferece o conforto necessário a quem deseja, sobretudo, apreciar as belezas naturais da região, conhecer a humilde população e se divertir nas trilhas. Ademais, alguns moradores alugam quartos, casas ou chalés. Consulte informações sobre as opções de hospedagem no vilarejo neste link.
Em Lapinha também se encontram bares e restaurantes modestos, mas a maioria destes estabelecimentos só funciona durante os finais de semana ou em datas mais movimentadas. Se você pretende almoçar durante os dias úteis em algum deles, será preciso avisar com antecedência. Além disso, a mercearia existente no local só comercializa produtos básicos. Por esses motivos, antes de ir fazer alguma trilha em Lapinha, organize-se e leve os produtos e equipamentos necessários.
Para quem pretende ficar mais uns dias no vilarejo, existem alguns estabelecimentos que alugam caiaques (há um grande e belo lago nas proximidades de Lapinha), cavalos e bicicletas, como na Bambu Aventura.
Salvo engano, o sinal de celular só funciona na região mediante antenas rurais e o serviço de internet não está disponível. Entretanto, existem alguns poucos telefones públicos na vila que lhe mostrarão que os cartões telefônicos ainda podem ser úteis. Acredito que essas condições rudimentares são responsáveis por uma grande parte do encanto da região.
Importante mencionar que o povoado encontra-se em um ponto elevado, onde venta bastante e o tempo se altera de forma rápida. No inverno, o frio deve ficar bastante intenso. Por isso, leve vestuário adequado.
Sobre a trilha, conheço dois bons vídeos, sendo que o primeiro foi publicado pelo usuário “Marcusgonzaga” e o outro pela “TVdoPedal”, ambos no YouTube. Confira:


Do ponto de vista da técnica, a trilha detém dificuldade moderada, sendo percorrida em estradas de terra e single tracks com cascalho e pedregulhos, valas, rochas nuas, areia, raízes expostas e riachos rasos para atravessar. Os vídeos acima não retratam com tanta fidelidade as dificuldades existentes no percurso. Por isso, não deixe de observar as fotos. Nelas, os detalhes do terreno estão muito mais nítidos.
O início das estradas de terra, partindo de Lapinha, é fácil, mas, à medida que se avança, o caminho fica mais complicado. Do mesmo modo, o início dos single tracks é tranquilo, mas, depois da vista da Cachoeira do Bicame, as coisas se dificultam, principalmente num downhill que antecede a queda d’água. Este trecho é bastante irregular, tem muitas pedras soltas e é íngreme, exigindo muita técnica para descê-lo.
Também merecem atenção os riachos para atravessar. Apesar de a maioria deles ser rasa, há um, indicado pelo waypoint "riacho para atravessar A", que tem profundidade suficiente para a água alcançar o movimento central da bicicleta, o que prejudicaria bastante sua lubrificação. Mas é possível contorná-lo, sem descer da bike, por uma pinguela de pedra à esquerda do curso d’água (na ida). Outro riacho, localizado no single track em direção à cachoeira, tem um tronco de árvore submerso e oculto, ideal para o aperfeiçoamento da arte dos capotes.
Outro elemento que dificulta um pouco a trilha é o vento forte. Depois do waypoint que indica onde se encontram as pinturas rupestres, o vento empurra o ciclista e chega a alterar o curso da bike. Nos single tracks, que exigem uma maior precisão na condução, o problema é maior e requer um contrabalanceamento da bicicleta.
Sob a perspectiva do esforço físico, a dificuldade do trecho também é moderada, tendo em vista a distância total de 29km e o pequeno ganho de elevação de 556m. As subidas não são prolongadas e possuem uma boa média de inclinação. O único trecho que é bastante íngreme, com cerca de 500m de extensão, é o mencionado downhill próximo à Cachoeira do Bicame.
No que se refere à paisagem, a natureza está muito bem preservada ao longo da trilha, com vistas extraordinárias da Serra do Cipó, do horizonte e da vegetação, principalmente nos dias de céu aberto. O caminho passa por um “jardim de pedras” e por um local com pinturas rupestres, como indica o waypoint, chegando, ao final, à incrível Cachoeira do Bicame, que tem um bom poço para banho. O percurso é de grande beleza.
Em resumo, a trilha é muito boa e tem dificuldade moderada tanto sob a perspectiva da técnica quanto do esforço físico. Trata-se de um trajeto extremamente bonito, principalmente nas proximidades da Cachoeira do Bicame.
Sugiro que este percurso seja feito em conjunto com a trilha em direção à Cachoeira do Lageado, divulgada neste link.
Confira os waypoints e as fotos com mais descrições!
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
RESUMO DAS INFORMAÇÕES SOBRE O PERCURSO
Distância total: 29km
Dificuldade técnica: 6/10
Dificuldade física: 5/10
Inclinação das subidas e descidas: leve
Não há sombras no caminho
Presença de cachoeira: sim
Beleza natural: 10/10
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATENÇÃO: esta trilha foi feita em fevereiro de 2014. Como as condições do percurso são continuamente alteradas, inclusive pelos períodos das chuvas e das secas, considere as descrições acima como indicativas das dificuldades existentes. Preserve a natureza, utilize equipamentos de segurança e, antes de iniciar uma trilha, observe as precauções divulgadas neste link.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
PREVISÃO DO TEMPO PARA A REGIÃO ONDE SE ENCONTRA A TRILHA:

View more external

16 commentaires

  • Fabianozion 23 mars 2014

    I have followed this trail  View more

    Exelente trilha belíssima cachoeira

  • Photo de famericano

    famericano 17 nov. 2014

    I have followed this trail  View more

    Show de bola Eugênio, suas instruções super detalhadas e os waypoints foram muito úteis. Muito obrigado!!

  • Photo de Eugênio Ribeiro

    Eugênio Ribeiro 17 nov. 2014

    Beleza, Famericano! Boas pedaladas pra você!

  • Photo de Zé Eduardo

    Zé Eduardo 2 mars 2015

    I have followed this trail  View more

    Eugênio, fiz a trilha esse final de semana, porém meu ponto de saída e retorno foi Santana do Riacho, totalizando 48km.
    Fantástica e agradeço seus comentários e o compartilhamento.
    Publiquei minha trilha e utilizei seus comentários, perfeitos, para enriquecer os meus.
    Caso você não queira me avise que retiro ok?
    Grande abraço e obrigado mais uma vez.

  • Photo de Eugênio Ribeiro

    Eugênio Ribeiro 2 mars 2015

    Tranquilo, Zé Eduardo! Abraço!

  • Photo de vinicius bmx

    vinicius bmx 22 juin 2015

    Trilha muito boa. Em meu ponto de vista pela dificuldade do percurso avalio como difícil. No mais, cachoeira maravilhosa vale a pena.

  • Photo de vinicius bmx

    vinicius bmx 22 juin 2015

    I have followed this trail  View more

    Trilha muito boa. Em meu ponto de vista pela dificuldade do percurso avalio como difícil. No mais, cachoeira maravilhosa vale a pena. Fiz ela hoje, 21/06/15

  • Photo de cancado

    cancado 15 juil. 2015

    Estou pensando em fazer esse percurso final de semana porem ainda estou em duvida em levar a bike, pois minha namorada não pedala! Parabéns pelas dicas ajudou muito!

  • Photo de Eugênio Ribeiro

    Eugênio Ribeiro 15 juil. 2015

    Valeu, Cancado! Abraço!

  • Photo de Zé Eduardo

    Zé Eduardo 15 juil. 2015

    Vai adorar o pedal.

  • Photo de Fernando Miguel Arcanjo

    Fernando Miguel Arcanjo 17 août 2015

    I have followed this trail  View more

    Trilha muito técnica, muito perigosa, com muitas descidas de pedra soltas. Caminha sem nenhuma proteção contra o sol!

  • Gustavo Corrêa 4 janv. 2016

    I have followed this trail  View more

    Fiz por 4x4 e parte a pé. Paisagem privilegiada, vale a pena!

  • Photo de JC-Biker SP

    JC-Biker SP 17 sept. 2016

    Fiz com minha esposa há alguns anos. Detalhamento perfeito viu Eugênio, muito preciso.
    A gente acabou deixando as bikes pouco antes da descida para o poço e fomos caminhando.
    O lugar, durante a semana, é deserto e nem o guarda que fica numa casa bem antes da cachoeira e que pega os nomes dos passantes estava lá, somente seus dois cachorros, rsrs.
    Lugar exuberante.
    Pena que quando fui não percebi as pinturas rupestres, mas agora, com as suas infos, na próxima não vai passar batido não.
    Valeu e parabéns pelo texto, pelas fotos e descrições, show de bola.

  • Photo de Eugênio Ribeiro

    Eugênio Ribeiro 19 sept. 2016

    Beleza, JC! Abraço!

  • Photo de Fernando Goes

    Fernando Goes 2 nov. 2016

    Vou fazer essa trilha esse final de semana =D

  • Photo de Diegofavarini

    Diegofavarini 20 janv. 2017

    I have followed this trail  View more

    Maravilhoso!

You can or this trail